Argentina: Camponesas e camponeses fazem homenagem a Galeano durante V assembleia das Mulheres

Camponesas e camponeses fazem homenagem a Galeano durante V assembleia das Mulheres

Coletivo de comunicação CLOC- Via Campesina

IMG_9327comp.jpgDireto do VI congresso da Coordenadora Latinoamericana de Organizações do Campo (CLOC- Via Campesina que se acontece na Argenina, foram prestadas homenagens a Vida de Eduardo Galeano, poeta lutador da classe trabalhadora que iluminou com sua caneta o caminho dos povos para sua liberação.

Hoje Galeano nos deixa de corpo presente e os mais de 1500 camponeses, indigenas e afrodescendentes de nossa diversa América Latina estamos unidos para participar do VI Congresso levantando nossas vozes com um grito que damos quando se despedimos de nossos companheiros “para nossos mortos nenhum minuto de silencio, toda uma vida de luta”.

“A terra hoje fica mais fertil a receber o corpo do Galeano. Nós que continuamos na luta temos a responsabilidade de manter atual seu legado que é anti-imperialista e anti-capitalista” Disse Maria Kazé, do Movimento dos Pequenos Agricultores do Brasil- MPA, durante a homenagem realizada na assembléia, que incluiu fotos, gritos de ordem e uma grande salva de palmas ao mestre Galeano.

Um raio de luz nos tempos escuros, Galeano nos deixa um legado de pensamento latinoamericano e internacionalista, um compromisso de levar adiante o direito de sonhar e de construir um outro mundo possível. Reafirmamos o compromisso de seguir plantando a raiva, a indiguinação e a coragem para concretizar nossas lutas.

“Os agrotóxicos estão sendo permitidos em nome de um critério economicista (…) A Terra e as pessoas são mais importantes que os numeros da produtividade” Eduardo Galeano.
Companheiro Eduardo Galeano, PRESENTE! Agora e sempre.

Posted in Uncategorized