Brasil: Dirigente do MST é detido arbitrariamente pela PM em Pernambuco

Da Página do MST 

Na tarde deste sábado, 27, o integrante da Direção Nacional do MST, Jaime Amorim, foi detido pela PM de Caruaru ao exercer seu direito de eleitor e cidadão, fazendo panfletagem no centro da cidade, junto com a militância. 

Ameaçado por eleitores do candidato da oposição, o policial que se apresentou não estava a serviço da corporação. A assessoria jurídica já foi acionada e a militância permanece nas ruas pela democracia. 

Confira abaixo a nota do MST em Pernambuco. 

Jaime Amorim, da Direção Nacional do MST, foi detido pela polícia militar e levado para a delegacia da polícia federal quando estava em panfletagem no centro de Caruaru.

Na atividade houve ameaças e agressões por parte de eleitores do outro candidato, se apresentando após a ameaça como um policial que não estava em serviço e que sacou uma arma, direcionando-a para os militantes que estavam na atividade no centro da nossa cidade. 

Estão querendo enquadrar como crime eleitoral para mantê-lo preso. Além disso, um jovem de 17 anos do MST teve sua mão cortada por parte dos eleitores do Bolsonaro.

Direção Estadual do MST de Pernambuco

Posted in Uncategorized